terça-feira, 14 de agosto de 2012

Bem-vinda, 5ª semana!


Hoje entro na semana 5 de Pense Magro. Estou pensando mais magro? Até que sim! Estou cometendo alguns deslizes? Óbvio! Quem é perfeito?
Em algum dos posts anteriores eu disse que precisava perder duas manias: comer pão com a sopa na hora da janta e assaltar a cozinha de madrugada quando eu levantasse para ir ao banheiro.
A primeira eu estou evitando muuuito, quase batendo na minha cara para não pegar um pedaço de pão (e do francês!), passar requeijão e comer junto com a sopa. Sempre foi costume em casa tomar sopa com pão, mas eu vou conseguir ficar sem ele.
Já a segunda mania feia eu consigo evitar bastante, porque como estou malhando e ficando mais cansada, durmo a noite toda e só levanto para ir ao banheiro na hora em que o despertador toca. Mas nem tudo são flores, né? Eu bebo muuuita água, é até psicológico, se eu dormir sem um copo d’água do lado eu vou acordar com a boca totalmente seca e até com falta de ar, mas se o copo está do meu lado eu acabo nem acordando para tomar. #louca



Aí ontem estipulei que ia contar quantas calorias consumo por dia e baixei um app para meu celular, onde também tem um espaço para contar quantos copos d’água eu bebo por dia. A meta é mais de 3 litros, mas percebi que não tomo nem 2! Resolvi mudar isso e estou tomando muita água. Resultado: acordei no meio da madrugada para fazer xixi e... lembrei que tinha bolo na cozinha =/. A minha sorte era que tinha um pedaço micro e não teve jeito, foi só ele mesmo. Ufa!
Bom, nessas semanas de Pense Magro aprendi a planejar o que vou comer, afinal, é muito melhor do que estar com fome e comer o que estiver pela frente. Faço marmita para o dia todo para não correr o risco de sair do foco, porque no trabalho todo dia tem um convidando para ir no Mc, no BK... Aprendi a dizer “paciência” para coisas que estou com vontade de comer mas não posso. Aprendi que vontade passa, demora mas passa, e que depois vou olhar para trás e pensar: ainda bem que não comi! Aprendi que não preciso comer tudo o que está no prato só porque eu paguei, só porque vai ficar feio ter sobras ou porque aprendi desde pequena a não desperdiçar comida. Eu penso: se eu comer isso, eu vou engordar e não vou acabar com a fome no mundo. Tem outras formas de acabar com a fome de pessoas necessitadas, comer tudo o que está no prato com certeza NÃO é uma delas. Aprendi que caloria é caloria, não importa onde, porque e quando. Sem desculpas para comer! E aprendi principalmente que ninguém é perfeito, todos tem vontades, todos cometem deslizes, mas o mais importante é voltar para os trilhos o mais rápido possível. 


Marcadores: ,

0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial