segunda-feira, 5 de novembro de 2012

Esfiha e Coca-Cola

Este foi meu café da manhã!
Lembra que nos últimos posts eu disse que estava surtando? Pois é, surtei!
Não foi só porque tomei Coca-Cola no café da manhã não. Mas nesses últimos dias voltei a comer que nem louca, ontem foi coxinha com ketchup e lanche do Burger King. Pedi batata e refrigerante mas a batata mal consegui comer e o refri ficou metade também. Além disso, neste feriado consegui brigar com 3 pessoas pelo celular: Uma pelo msn, uma pelo whats app e uma por sms. A culpa foi delas? Em parte foi porque sabem que sou stressada, brava e não fico quieta aí vieram provocar, tomaram. Mas óbvio que a maior parcela da culpa foi minha, já que eu estou totalmente intolerante e acho que todo mundo me odeia e quer me humilhar. Ah, esta semana também briguei duas vezes com minha mãe e uma com minha avó. O pessoal pede também né, tem uma amiga minha que tudo o que eu posto nas redes sociais ela comenta: nossa isso é que é tédio heim, o tédio aí tá demais, isso é coisa de quem está entediado. Meu, eu estou entediada, não precisa ficar me lembrando! Bom, mas já pedi desculpa para todos, aliás eu nunca guardei ressentimento, peço desculpa momentos depois do stress, claro, se a culpa foi minha. Tirando o psicológico abalado, meu corpo também está pedindo arrego. Meu joelho bom que eu uso para apoiar o peso todo do corpo já está dando sinal de vida, meu corpo inteiro está doendo, minha cervical voltou a doer depois de dinheiros e dinheiros gastos com RPG e qualquer movimento "desavisado" já fico com tontura e dor de cabeça. Para piorar, minha gengiva perto do siso está inchada, não sei se foi algum alimento que machucou porque eu já tenho todos os sisos, não tem nada nascendo. 
Completando: estou ficando com TOC! Sério, não paro de olhar no celular, mas assim, de 10 em 10 segundos pra ver se alguém mandou mensagem, se tem notificação no Facebook, se tem atualização no Twitter... Quero minha vida de voltaaaa! Já sonhei umas 3x que fui trabalhar, apesar de estar trabalhando de casa.
Está bem complciado, eu que sou a mais ativa, que quer fazer tudo, que odeia ficar quieta, passando por esta prova de fogo, ainda mais sabendo que amanhã é a dead line, vou saber o que realmente tenho no pé, se é grave, se não é nada... Ai que nervosooo! 
Mas mudando de assunto, minha vontade de ir pro exterior está cada vez maior e acho que já é hora de começar a pesquisar tudo. Uma decisão eu já tomei: vou para estudar inglês. Ah vá! Mas é que pra quem não sabe, eu queria ir para o Arizona passar um mês de férias na casa da minha amiga só para turismo mesmo, só para conhecer. Agora já decidi que vou para ficar 6 meses estudando e aí tudo mudou! Vou por agência que já é tudo mais organizado e eu já começo a pagar, porque guardar dinheiro está complicado, toda hora vou lá no cofre e pego R$ 50,00, minha mãe também pede dinheiro emprestado e acabo perdendo o controle. Sei que vou precisar levar uma grana, mas se eu usar o que estou guardando para pagar a agência, depois fica mais fácil pegar um empréstimo ou algo assim para poder me virar no exterior. Preciso decidir também para onde eu vou. Li ontem um blog inteiro de um colega da faculdade que está em Londres, achei legal a experiência dele mas foi um lugar que não despertou muito interesse em mim, pesquisei também uma vez para ir para Dublin e lembro que me empolguei bastante, mas sei que é o destino de muiiiitos brasileiros estudantes e conviver com brasileiro tem seu lado bom e seu lado ruim. Posso continuar com planos de ir para a casa da minha amiga no Arizona, mas ficar 6 meses na casa dela é muita coisa, fora que a passagem pra lá é um absurdo de caro! Enfim, são muitas possibilidades e eu preciso escolher bem um lugar que não me permita falar "ah mas lá....".
Outra decisão que tomei é que vou voltar a estudar inglês, porque né! Eu completei o curso da Wise Up mas honestamente, os últimos módulos eu fiz cagando, não estava mais afim! Fora que mudei muito de unidade. Comecei em Santos e era demaissss, só galera da minha idade, a gente saía do curso e ia em rodízio japonês, ficava conversando, era muito legal! Aí vim para São Bernardo perto da minha casa e tinha 2 alunos ¬¬. Interação zero na aula. Aí comecei a trabalhar na Berrini em São Paulo e mudei meu curso para lá. Só nego narizinho empinado, que mal conversava e achava que era O AMERICANO sendo que mal sabia falar milk shake. Fora que na unidade da Berrini mudava de professor como o dono mudava de cueca né, no Adv II foram 3 professores! Um deles era mexicano, o Javier. Ninguém entendia 10% do que ele falava! E dos 10% tira 5 da distração por admirar o professor, porque ele era muito bonito! Enfim, ainda tenho os livros, tenho Google (dããããr), posso ver filmes e séries, ouvir música e tenho amigos que falam inglês fluentemente. Só preciso aprender a gostar do idioma, sério, odeioooo falar e aprender inglês! Mas já que é necessário, faço um esforço hehe.


Marcadores: ,

1 Comentários:

Às 7 de novembro de 2012 10:53 , Anonymous Priscila Palhano disse...

Teu blog já foi mais legal... era sobre dieta, mas agora a gente lê e quase entra em depressão.. Animo menina, lembre-se que ninguém é coitadinho não.. Cada um tem o que merece, e cada escolha gera uma consequencia

 

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial