sábado, 10 de novembro de 2012

Primeiros passos de patins

Sempre que eu cito a palavra “patins” lá no #grupopensandomagro alguém se interessa pelo assunto, então resolvi fazer um post especial. Ok, já fiz vários falando sobre patins, mas desta vez não vou falar sobre minha paixão pelo esporte e sim dar dicas para quem quer começar.
Vamos conhecer primeiro alguns tipos de patins mais comuns:
Fitness
Este modelo é o mais comum para quem está começando agora. Existem muitas marcas no mercado, principalmente tranqueiras! Na minha humilde opinião, comprar um patins de maior qualidade (consequentemente mais caro) vai garantir sua segurança e seu dinheiro. Tem patins barato na Ri Happy e em outras lojas não especializadas, mas conheço muita gente que compra e a presilha solta no primeiro uso, entre outros defeitos.


Fila Primo Evo , Rollerblade Crossfire  e Traxart Rolling Star
 Chamado também de patins de passeio, este in line é ideal para parques e ciclovias. Tem um preço mais em conta, é confortável e normalmente vem com freio na parte traseira para iniciantes.
Quad

SFr Cosmic, Traxart X Trike e Riedell Wicked
É aquele patins que a gente morria de vontade de ter na nossa infância. Conhecido também como Roller Derby, geralmente utilizado para patinação artística, possui 2 rodinhas em linha em cada lateral e o freio na frente.
Street
Conhecido também como aggressive, é feito para uma das mais importantes modalidades do Brasil. São reforçados para deslizar em corrimãos, pistas de skate, rampas. Ou seja, são robustos para serem judiados e aguentarem o tranco rs.

USD Carbon, Traxart Ice e Rollerblade New Jack
Speed
Quem de São Paulo nunca foi no parque do Ibirapuera e levou um susto com um fulano “voando” de patins? Esse tipo de patins possui uma base maior que o de Fitness, com rodinhas maiores que resultam em mais velocidade.


Powerslide Double X e Bont Cheetah

São compostos por materiais tecnológicos, mais resistentes como fibra de carbono e possuem um desempenho diferenciado. Para quem acha que é só colocar no pé e “voar”, está enganado! Tem que ter técnica para pilotar um desses.
Freestyle
Eeeeeee uhuuuuullll vamos falar do mais legal de todosssss :D! Contenha-se, Luana! Esse tipo de patins é utilizado para o famoso Slalom de que eu falo taaaanto! São patins de resposta rápida, utilizados para manobras, giros, saltos. As manobras normalmente são realizadas em pequenos cones enfileirados. É um patins resistente, com preço mais salgadinho também, mas vale a pena! A base dele é menor, com rodinhas mais próximas, o que permite melhor performance principalmente para curvas fechadas e curtas.

Powerslide Hardcore Evo, Seba Fr2 e Rollerblade Twister 80 


Pode ser usado para passeio também, então se você pretende levar a sério esta brincadeira, já compra logo um desses!
Agora que você já conhece, quer saber qual comprar e como começar a patinar, né?
Como eu disse, para quem nunca colocou um patins no pé ou só patinou na infância, o ideal é comprar um modelo fitness ou freestyle. Com o fitness, dependendo da qualidade, dá para começar a arriscar uma manobras. Eu comecei a aprender slalom com um de fitness, confesso que quase morria de cansaço pelo esforço que tinha que fazer, mas dá pra brincar bastante.
Patins escolhido, hora de por no pé e arriscar uns passos, certo? ERRADO! Muita gente acha que um tombinho de patins não dá nada, mas é essencial usar as proteções. Não é mico nenhum parecer uma almofada ambulante, mico é ter um problema sério no joelho por conta de um tombinho inocente.
Kit Traxart - em média R$ 90,00

Proteção sempre! Use camisinha! Vai gastar um dinheirinho a mais, mas não vai se matar. Joelheira, cotoveleira, munhequeira e capacete. Já vi muito nego profissional rachando a cabeça por conta da teimosia e vergonha de usar proteção. Capacete confesso que não uso porque não ando em ruas e não desço rampas, fico ali no meu cantinho fazendo slalom, mas não dá para contar com a sorte!
Bora para os primeiros passos! O movimento é sempre em “V” e arrastando o pé. Manter o corpo para frente é essencial! Meu ex namorado mexia o pé mas esquecia de mexer o corpo, tombo para trás na certa. Uma dica para começar a andar é por a mão no joelho, dar uma abaixadinha, vai mexendo gostoso balançando a bundinha. Sério! Aprende a dar os primeiros passos com o corpo um pouco inclinado para frente. O segredo de tudo para todas as modalidades de patins é achar seu ponto de equilíbrio e isso você só consegue tentando e caindo!



Este vídeo é bem para iniciantes mesmo. Não está em português mas dá para entender!

Para frear, comece usando o freio que vem no patins, normalmente no pé direito. Afaste um pouco a perna direita para frente, flexione levemente a esquerda e vai apoiando o pé direito no freio. Para frear sem freio, faça um “T” com os pés e apoie o de trás nas rodinhas, arrastando ela suavemente.

Em relação aos preços, depende muito da marca, do material, das rodinhas, do rolamento... Tem patins que é de plástico, outros de fibra de carbono. Alguns tem base de plástico reforçado, outros de alumínio. E por aí vai!

Mais algumas dicas:

  • O patins tem que abraçar o pé. Escolha patins com cadarço, tira de velcro e presilha. Sim, os 3 no mesmo patins! Prenda bem principalmente a presilha porque o pé fica mais firme. Eu só não quebrei meu pé no tombo porque o patins estava bem preso. No começo dói a canela, mas depois você acostuma!

  • Existem diversos tipos de rolamento, chamados de ABEC (não vou explicar aqui, tem no Google) e classificados por 1, 3, 5, 7 e 9. Isso significa que quanto maior o número, melhor a qualidade do rolamento. Escolha sempre à partir do 5.

  • Comprar dois números maior que o pé é mito! Isso era desculpa de mãe que queria dar patins pra criança e queria que durasse anos enquanto o pé do filho crescia. Se você calça 38, pegue um patins 38. As vezes a numeração é com referência europeia americana, o meu por exemplo é 8,5 que equivale ao 38.

  • Se for comprar patins pela internet, vá em alguma loja antes caroçar. Prove, se possível, o modelo que vai comprar pela internet, finja que está interessado e fale que volta depois pra comprar! tsc tsc =X

  • Escolha patins que tenham a bota interna removível, porque dá chulé!

  • Para conservar seu patins, passe um paninho úmido sempre que usar e for guardar, mas não jogue água nas rodinhas. Por conta do pó e outras patículas que ficam acumuladas no rolamento, quando entram em contato com a água ficam mais sólidas e podem causar atrito e até o travamento das rodinhas no próximo uso. Para limpar os rolamentos ou leve em uma loja especializada ou veja algum tutorial na internet de como limpar e lubrificar o rolamento.

Onde comprar:
Rolling Sports - Site e loja física em SP
Decathlon - Site e loja física Brasil
Loja do Patins
Seba
Se quer comprar usado, tem grupos no Facebook anunciando, Ebay, Mercado Livre, OLX e muitos outros. Veja bem antes se é de confiança, pegue todos os contatos possíveis do vendedor, mantenha contato, seja bem chato, peça fotos de vários ângulos.

Pessoas, espero que estas dicas sejam úteis, tentei explicar pelo o que eu conheço e pesquiso, mas
não sou nenhuma profissional, só sou apaixonada por este esporte e estou começando "agora"! Os benefícios do patins são muitos, entre eles: fortalecimento da coluna e abdômem, ganho de massa muscular nas pernas e glúetos, sensação de liberdade e prazer, equilíbrio corporal e um ótimo exercício para emagrecer, pois prefiro chamar de lazer do que de atividade física!


Marcadores: ,

10 Comentários:

Às 11 de novembro de 2012 13:36 , Blogger =Boo= disse...

Ótimo post!! Muita informação boa! Um dia eu abandono a preguiça e começo a andar de "patinzes"! xD

 
Às 7 de janeiro de 2013 12:27 , Blogger rodrigo souza disse...

Bom dia Luana, sou iniciante e gostei muito dos modelos street! gostaria de saber se este tipo de patins serve tbm para passeio??

 
Às 11 de janeiro de 2013 09:34 , Blogger Lua Fernandes disse...

Oi, Rodrigo. Nos parques vejo um pessoal com patins street fazendo slalom e passeando no parque. Confesso que nunca coloquei um desses no pé então não sei se dificulta manobra e passeio, acredito que não, que ele seja bem versátil!

 
Às 14 de janeiro de 2013 01:03 , Blogger Mari disse...

Muito bom !!!!

 
Às 17 de janeiro de 2013 19:23 , Blogger rafael mainovo disse...

parabéns ... ..adorei vc falando sobre os patins quem quiser e andar .e se TIVER vontade de aprender ..tem sempre encontro de grupos na paulista e alguns outros lugares de SP .... pq do ibirapuera .. /pq villa lobos ... aos finais de semana estamos sempre por ai na rua ..praticando e se divertindo ,,afinal patins e tudo nada melhor pra aliviar stress cansaço ...esquece dos problemas afinal os ralados vão doer mais ..rssss

 
Às 18 de janeiro de 2013 10:19 , Blogger Lua Fernandes disse...

Oi, Rafael. Estou sempre nos parques também, vou muito no Ibirapuera. Na Av. Paulista ainda não fui mas vou combinar com o pessoal. Bjos

 
Às 16 de fevereiro de 2013 00:52 , Blogger flavio whisk + energetico disse...

posso usar um patins street para fazer freestyle?

 
Às 18 de fevereiro de 2013 10:07 , Blogger Lua Fernandes disse...

Poder pode, mas vai dificultar as manobras.

 
Às 7 de março de 2013 20:49 , Anonymous Anônimo disse...

lixo

 
Às 8 de março de 2013 14:20 , Blogger Lua Fernandes disse...

Agradeço sua opinião, Anônimo.

 

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial